VIVER A MISSÃO

Viver a missão de Deus está intrinsecamente ligado a usar a armadura de Deus

O Senhor Jesus veio em uma missão específica, a de salvação da humanidade de seus pecados. Por ter essa missão, Ele nasceu como nasceu, viveu como viveu, de maneira impecável, morreu como morreu e ressurgiu triunfante, mostrando ser o Todo Poderoso redentor e salvador de todos aqueles que creem. Ao ressurgir, e ascender aos céus, Ele deu uma missão aos Seus seguidores.

A missão que Jesus deixou aos seus seguidores pode ser vista no Evangelho de Marcos, na referência de 16:15, que diz: “E lhes ordenou: “Enquanto estiverdes indo pelo mundo inteiro proclamai o Evangelho a toda criatura.”. Portanto, pregar o Evangelho não deve ser tratado como uma missão especial dada por Deus a uns, as quais chamamos de missionários e pastores, mas é uma missão dada por Deus a todo o que decide por seguir ao Senhor Jesus Cristo.

Jesus nos deu uma ordem, e 2019 anos depois da ida dEle aos céus, nós, os seguidores dEle, ainda não conseguimos cumprir essa ordenança. Isso deveria nos envergonhar. A nossa justificativa é que estamos muito ocupados. O problema é que nos ocupamos para alcançar as “outras coisas” e nos esquecemos de nos concentrar no essencial, o Reino de Deus. Invertemos Mateus 6:33. Nos concentramos nas “outras coisas” e esperamos que o “Reino dos Céus” nos seja acrescentado. E isso nunca vai acontecer.

Seguir a Jesus é deixar de viver para nós, para vivermos para Ele. Deixamos nossos bobos e pequenos projetos, como o de ter uma vida confortável e estável, para vivermos para o projeto dEle, de que em todo lugar que formos, pregarmos a Cristo, e este crucificado e ressurreto, para a glória de Deus. Que Deus nos ajude a priorizar o que deve ser priorizado. Para que a glória dEle seja vista e o Nome precioso dEle seja conhecido nas nações.

Visto isso, quando vemos o que o apóstolo Paulo fala à Igreja de Éfeso, sobre o cristão vestir a armadura de Deus, lemos em Efesios 6:15, “calçando os vossos pés com a proteção do Evangelho da paz”. Portanto, viver a missão de Deus, o pregar a palavra do Senhor, está intrinsecamente ligada a usar a armadura de Deus. A ideia que quero passar aqui, é que, quando estamos usando a armadura de Deus, calçamos os nossos pés com a preparação do Evangelho da paz, e por isso, enquanto formos pelo mundo, proclamaremos o Evangelho do Senhor Jesus, já que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir a Palavra de Deus (Romanos 10:17).

Julgamos as ações dos não cristãos e a forma como eles caminham, mas não exercemos misericórdia, da mesma forma que Deus exerceu conosco, pregando, para que todos venham a conhecer o Evangelho e tenham assim suas vidas transformadas por Cristo. Parece que nos esquecemos que andávamos como eles em outros tempos, até que Cristo nos encontrou e nos resgatou do lamaçal do pecado. Deus nos amou mesmo quando estávamos mortos pelos nossos delitos, e nos deu vida juntamente com Cristo, e assim, pela graça somos salvos (Efésios 2:5). E é por isso, que devemos amar as pessoas que estão mortas em seus delitos e pregar-lhes o Evangelho, para que pela Graça do Senhor, elas também possam ser salvas. As nações nos esperam.

Devemos entender que o que Deus planejou para nós, isso Ele cumprirá. Fugir da missão que ele tem para nós, não resolverá nada. O melhor é entender a verdade de que participar da Missão de Deus, seja servindo à Igreja local, seja sendo missionário nos lugares mais distantes, seja pastoreando um rebanho, na verdade, é um privilégio. Saber que somos sujos e pecadores, todavia, mesmo assim o Senhor nos ama e nos possibilita ser coadjuvantes dEle em Sua missão tão preciosa, deveria nos motivar a investir a maioria dos nossos tempos para Ele, para as coisas Dele.

Esta mensagem é de apelo. Apelo a você, meu irmão e leitor, em perseverar no Caminho, e que ao perseverar, você se envolva cada vez mais e mais com a missão de Deus aqui na terra, calçando seus pés com a pregação do Evangelho da paz, falando Dele a todos enquanto você estiver indo pelo mundo.

E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo habitado, como testemunho a todas as nações, e então chegará o fim. Mateus 24:14

Estas palavras são do nosso Senhor Jesus. Ele deixa bem claro que o fim dos tempos, que acontece com a volta dEle, só ocorrerá quando o Evangelho for pregado em todo mundo habitado (Marcos 16:15). Ou seja, se não pregarmos o Evangelho a toda criatura, enquanto estivermos indo pelo mundo, não podemos esperar que Jesus volte. É incoerente.

Jesus voltará quando praticamos a ordem que Ele nos deixou, de pregar o Seu Santo e Doce Evangelho a todos. Só assim a consumação dos séculos se dará. Não adianta ficarmos cantando “Maranata, ora vem Senhor Jesus”, se não estivermos empenhados na pregação do Evangelho. Se desejamos a volta do Senhor Jesus, devemos fazer algo a mais que apenas cantar. Devemos pregar. A toda criatura.

O que você tem feito para que Jesus retorne? O que você tem feito para que o Evangelho da Graça seja pregado entre os povos não alcançados?

Que o Senhor nos desperte para o essencial. Que o Senhor nos desperte para Si mesmo.

Em Cristo, com temor e tremor,

Jacira Pontinta Vaz Monteiro.

 

Ídolos Modernos: Ministério

“Não terás outros deuses diante de mim.” – Ex. 20:3 (BJ)

Você não encontrará, singularmente, em nenhum lugar nas Sagradas Escrituras a associação de ministério com idolatria. Entretanto, isso não nos tolhe de fazer tal conexão, fazendo uso da ideia de que idolatria não se trata unicamente da fabricação e adoração de um ídolo de metal ou argila. Continuar lendo “Ídolos Modernos: Ministério”