Evangelho: você sabe o que é?

A bíblia possui quatro livros que são chamados evangelhos. Dependendo da versão que possua em sua casa, pode ser ” o evangelho segundo…”, “o evangelho de…”, “evangelho escrito por…”, como forma de apresentação do conteúdo narrativo contido naquele livro. Talvez se você perguntar no grupo da igreja quantos evangelhos exitem, por conta, desses quatro livros a resposta “quatro”. A propósito, esse texto não tem como objetivo trazer uma nova definição de evangelho, pense nessa leitura como um esclarecimento de algo que muitas vezes soa abstrato em algumas falas que vemos por aí. Continuar lendo “Evangelho: você sabe o que é?”

Podemos chamar Deus de “você”?

Recebi uma mensagem via direct do pessoal da Mocidade da Igreja Batista Central no instagram, com a pergunta que dá título a esse texto. É uma pergunta interessante, e bastante pertinente, afinal, o contexto evangélico constantemente fala sobre intimidade, mas, até que ponto vai essa tal intimidade? Continuar lendo “Podemos chamar Deus de “você”?”

A necessidade da tribulação: Expectativa e Esperança

Já parou para contar quantas mensagens motivacionais vemos todos os dias em nossas redes sociais? Aquelas frases feitas que tem o único objetivo de massagear o ego e contribuir para sentimento de que somos mais importantes e iluminados que os outros. Esse tipo de conteúdo é muito popular por ser de fácil acesso, mas também de ótima aceitação. Afinal, quem não quer ouvir/ler que é mais especial que pessoas de contexto social semelhante? Mas, qual o resultado disso? Será que esse tipo de conteúdo não contribui para o isolamento em bolhas sociais, nos tornando alvos extremamente frágeis para os espinhos que a vida possui? É sobre o que vamos discorrer nesse texto.

Continuar lendo “A necessidade da tribulação: Expectativa e Esperança”

Páscoa: a festa e a crucificação

Como diz o Pr. Renato Vargens, no domingo, várias igrejas e fiéis serão assaltadas, mas não no sentido criminal da coisa. O que será roubado é o significado da Páscoa. A festa que tinha como objetivo celebrar a libertação do povo judeu do Egito e a também libertação da humanidade da escravidão pelo pecado mediante a morte de Cristo, tem se tornado cada vez mais uma data comercial, onde os fabricantes de chocolate aproveitam para maximizar as vendas. Nesse texto, vamos falar um pouco sobre o que é a páscoa, seu surgimento e sua consagração na crucificação de Jesus.

Continuar lendo “Páscoa: a festa e a crucificação”