O sermão do Monte: Parte 3 – A ética do cristão

Como ser Sal da terra e Luz do mundo de forma prática? Como aplicar esses conceitos em nosso dia-a-dia? É o que abordaremos nesse texto. Veremos como todo o processo deve culminar numa compreensão prática da Palavra que agora que devemos transmitir.

Cristo e a sua relação com a Lei (Mt 5.17)

Continuar lendo “O sermão do Monte: Parte 3 – A ética do cristão”

O sermão do monte: Parte 2 – Sal da Terra e Luz do Mundo

Esse texto é um complemento deste aqui, onde tratamos inicialmente sobre as bem-aventuranças, e daremos continuidade ao restante do Sermão da Montanha.
É importante para compreensão total da mensagem que Cristo quer passar lermos a mensagem como um único texto. Começando no capítulo 5 e indo até o versículo 28 do capítulo 7 do evangelho de Mateus. Vamos ao texto.

Continuar lendo “O sermão do monte: Parte 2 – Sal da Terra e Luz do Mundo”

O sermão do monte: As Bem-Aventuranças – Parte 1

Introdução

Esse trecho do sermão do monte é bem conhecido de muitas pessoas, mas uma coisa que muitas vezes desapercebido é a sequência do discurso. O fato de as bíblias possuírem a divisão de capítulos e versículos facilita e muito a localização de um texto, porém, precisamos nos atentar sempre ao fato de que originalmente ela não tinha esse formato, então, quando analisamos um texto precisamos analisá-lo em sua totalidade. O sermão

Continuar lendo “O sermão do monte: As Bem-Aventuranças – Parte 1”

A liquidez da cultura e a solidez do evangelho

É bem provável que vejam a expressão ‘”líquidos” nos meus textos aqui no blog daqui em diante. Ouvi a expressão no sentido que utilizo aqui pela primeira vez um episódio de Pokémon. No episódio em questão, Misty que é uma treinadora de Pokémon de água diz que prefere esse tipo, justamente por que a água em seu estado líquido tem a capacidade de se adaptar a qualquer recipiente e por algum motivo, a referência desse episódio

Continuar lendo “A liquidez da cultura e a solidez do evangelho”

A importância da Bíblia como única regra de fé

“Toda escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça” 2 Tm 3.16

Introdução

A Bíblia é a palavra de Deus, e como Ele não erra, não muda e nem tem sombra de variação, assim também é a sua Palavra. A verdade faz diferença, por essa razão, a Continuar lendo “A importância da Bíblia como única regra de fé”