Jovem, não desperdice a sua mocidade

Você que é, ou ainda se considera jovem, qual a sua prioridade, hoje? Mais do que isso, quais as ações que tem tomado para executar essa prioridade? Pois bem, o título desse texto é uma paráfrase, ao que o apóstolo Paulo diz a Timóteo em sua primeira carta. O original, diz:

Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.
1 Timóteo 4:12

Essa referência é tema de diversos congressos de mocidade e adolescentes, sendo geralmente abordados de forma a tornar esses grupos intocáveis e irrepreensíveis. Muitas vezes dando a entender que os mais velhos nunca os compreendem e devem dar espaço para que eles agora assumam o comando. No fim, acaba sendo uma interpretação leviana que apenas serve para causar separação ao corpo de Cristo.  Mas, e quando o próprio jovem despreza a mocidade, e a si mesmo se sabota?

O jovem obreiro

Ao lado de José, Timóteo é a referência de jovem usado por Deus desde muito novo, assumindo posições de liderança que antes, eram relegadas aos mais velhos. A primeira menção que temos de Timóteo ocorre em Atos 16:1-5. Nessa primeira descrição o jovem é descrito como sendo filho de uma judia crente e pai grego, e que dele davam bom testemunho os irmãos em Listra e Icônio. O compromisso de Timóteo com a pregação do evangelho era tão grande, que mesmo já crescido aceita ser circuncidado para que pudesse entrar em sinagogas e pregar a mensagem do evangelho aos judeus.

Mais tarde, Paulo o envia para ajudar na instrução de uma igreja particularmente problemática, a igreja em Corinto (1 Co 4:14-17). Igreja esta, que distorcia o uso dos dons espirituais para cobrir os seus pecados e demais práticas absurdas para uma congregação cristã. Aparentemente, o rapaz não foi bem sucedido nessa árdua missão, mas ainda assim, gozava da confiança do apóstolo Paulo, uma vez que não deixou de acompanhá-lo em suas viagens.

Os últimos retratos de Timóteo vem das cartas com o tom mais pessoal de todo o Novo Testamento, que foram direcionadas a ele por Paulo. O apóstolo, já com idade avançada e sabendo que sua vida estava se findando, dedica-se a escrever a um de seus amigos mais íntimos, expressando sua preocupação com os rumos que as igrejas poderiam tomar e estimulando o jovem obreiro a perseverar na sã doutrina para que por meio dele, a mensagem do evangelho continuasse a ser ensinada com diligência e comprometimento, para obter o resultado maior, que é glória do nome de nosso Senhor.

À ação!

Basicamente, a grande parte do conteúdo que se vê em postagens em redes sociais de jovens e adolescentes, estão relacionados à preguiça e como adoram ficar em casa, assistindo séries e filmes, como se nada mais importasse. Jovem, pare de cultuar a preguiça!

O apóstolo João em sua primeira carta, justifica que escreveu aos jovens porque eles eram fortes! A palavra usada em grego por João, é ischuros, que têm a seguinte tradução segundo o dicionário Strong: adj. 1) forte, poderoso; 1.a) seres vivos; 1.b) força física ou mental; 1.c) de alguém que tem o espírito forte para resistir aos ataques de Satanás, e desta fortaleza procedem muitas excelências (ênfase acrescentada).

Onde está a sua força? A que tem se dedicado? A qual deus tem devido adoração e louvor? Jovem, use de sua força e vigor para construir e não para desconstruir! Ofereça às pessoas aquilo de fato, é relevante. Dedique-se à Palavra, desenvolva uma vida devocional e de oração, saia dessa letargia espiritual!

Salomão nos deixa um alerta em Eclesiastes 12:

Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento;
Eclesiastes 12:1

(ênfase do autor)

Os dias de mocidade, são os bons de nossas vidas, afinal, estamos abarrotados de energia! Tanto que acreditamos ser donos do mundo e da razão, e são nesses anos que damos os nossos discursos mais apaixonados e com intensidade! Não permita que o comodismo  e estímulo à preguiça tire de você toda a energia e a paixão pela mensagem do evangelho. Pois os anos de cansaço e peso da idade, poderão trazer consigo o arrependimento.

Aprenda, pratique e pregue! Não deixe que Timóteo seja um exemplo apenas durante uma pregação no culto de domingo, ore a Deus para que tenha o mesmo desejo pela Palavra, para que tenha a mesma disposição de fazer o que quer que seja necessário para a pregação do evangelho. Anuncie, ensine e viva o evangelho em toda a sua plenitude e intensidade!

Não seja você, a desperdiçar a sua mocidade.

 E para o que precisar nesse processo, a equipe do Cristão Racional, estará aqui para te auxiliar.

Untitled design

3 comentários em “Jovem, não desperdice a sua mocidade

  1. hey there and thank you for your info – I have definitely picked up anything new from right
    here. I did however expertise a few technical points using this web
    site, since I experienced to reload the site many times previous to I could
    get it to load properly. I had been wondering if your web host is OK?
    Not that I’m complaining, but sluggish loading
    instances times will often affect your placement in google and could damage your quality score if ads and marketing
    with Adwords. Well I am adding this RSS to my e-mail and can look out
    for much more of your respective intriguing content. Make sure you update this again very soon. https://www.instapaper.com/p/kitchens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *