Ele…

A internet é uma coisa maravilhosa, se não fosse por ela vocês não estariam lendo essa postagem, nem eu teria a oportunidade de expor pensamentos e opiniões sobre diversos assuntos, para as pessoas em lugares diferentes. É pela internet também, que temos acesso a informações muito ricas, conhecemos novos autores e obras que contribuem para nossa edificação pessoal. Porém, assim como a pólvora que inicialmente foi usada na confecção de fogos de artifício na China visando trazer beleza aos festivais, e anos mais tarde foi empregada em armas de fogo, a internet também nos apresenta uma diversidade de conteúdos que podem ser bem nocivos, à nossa saúde espiritual.

Vivemos um tempo de polarizações ideológicas muito intensas, e o fato de as redes sociais promoverem as “bolhas sociais” contribui  muito para que as pessoas excluam de seus círculos aqueles com pensamentos divergentes. No meio cristão, isso não é diferente, mas no nosso caso, é mais grave (pelo menos, deveria ser), por que somos embaixadores de Deus (2.Co 5.20), e como tal, devemos reportar ao mundo a mensagem do evangelho da salvação. Mas como fazer isso de forma eficaz, quando não nos entendemos? E pior, quando não o entendemos?

O nome de Cristo, virou uma bandeira para dar credibilidade a uma ideologia/filosofia. Os socialistas dizem que Jesus era como eles, por que andava com pobres, pecadores, prostitutas, gays, travestis, favelados, negros, índios, e etc. A turma que se denomina de direita, diz que Ele era desse lado da moeda por que veio para obedecer à autoridade ao Pai, e aos princípios constituídos, e oferecer salvação para os pecadores, tirando-os da marginalidade, e dando-lhes uma vida honrada. Notaram? A imagem de Jesus tem sido distorcida de acordo com a ideologia e quando isso acontece, a pregação muda, e nessa mudança, podemos desvirtuar o evangelho tornando-o algo que ele não é. Uma ideologia humana. Para chegarmos ao cerne dessa questão, precisamos saber de quem falamos. Quem é Jesus?

Jesus Cristo, acima de qualquer filosofia humana

Algo que precisamos entender com urgência é que, Jesus não se enquadra nada que tenha sido criado por homens. Em Rm 11.33-36, o apóstolo Paulo nos dá um panorama de como o Cristo glorificado que hoje pregamos, está acima de nossas limitações e por isso atua de forma independente às nossas filosofias e discursos. Ele não se enquadra em nada disso, e muito mais, Ele não cabe em nossas ideologias. É simples! Em Jó. 37.21, Eliú diz a Jó em um discurso sobre a grandeza de Deus que, o homem não tem condições nem de encarar o sol em um céu sem nuvens, que dirá encaixar Deus em suas convicções. O Deus de quem Eliú fala, é o mesmo Jesus que pregamos. Independente, suficiente, perfeito…

Essas tentativas de tornar divinas aspectos meramente humanos, não passam de tentativas de humanizar Deus, tornando-O falho, permissivo, passivo, e apenas reativo. Algo totalmente contrário ao que Ele nos revela em sua Palavra. Para nós, é difícil, manter comunhão com um Deus que não precisa de nós. Esta é uma verdade que nos recusamos a aceitar. Deus não precisa de nós.

Qual o sentido de adorador um Deus que se diz santo, mas que precisa de pecadores? Confundimos misericórdia com obrigação, e graça com salário. Não temos condição de salvar a nós mesmos; não temos condição de nos remir do pecado sem Ele; não temos meios de ajudarmos aos outros plenamente sem Ele; não dá para viver à margem d’Ele.

Mesmo nossa definição de “tudo” não O compreende. Quando dizemos “tudo”, falamos de toda a criação, pois se trata do que de alguma somos capazes de deslumbrar. O mundo que vivemos, o universo que orbitamos, a galáxia que preenchemos e as constelações que vislumbramos… mas, nos esquecemos que tudo isso, é d’Ele, por Ele e para Ele.

Ele é o Senhor da criação. A criação só existe e se mantém por causa d’Ele, todas as coisas foram feitas para a glória d’Ele.

Se a criação não cabe em nossa perspectiva, o Criador muito menos.

Um comentário em “Ele…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *